AWS re:Invent 2018 – Lançamentos do Keynote do Werner Vogels
Lançamentos do Keynote do Werner Vogels do AWS re:Invent 2018

O terceiro Keynote da AWS re:Invent 2018, conferência anual global da Amazon Web Services e maior evento de computação em nuvem do mundo, é o do CTO da Amazon.com, Dr. Werner Vogels.

Durante o Keynote, foram abordadas diversas boas práticas de arquitetura em nuvem e a AWS anunciou várias novidades, voltadas principalmente para desenvolvimento e computação Serverless, que podem agregar muito valor a diversos segmentos de negócios. Veja abaixo os lançamentos do Keynote do Dr. Werner Vogels, divididos em categorias:

Data Analytics

Amazon Redshift Concurrency Scaling

Agora, é possível realizar milhares de consultas simultaneamente no Amazon Redshift, o que permite que o serviço seja usado como base de dados para aplicações em produção com milhões de usuários. Dessa forma, é possível utilizar essa base de dados para armazenar dados que alimentarão painéis analíticos e gráficos com agregação de milhões de linhas em tempo real.

Amazon Managed Streaming for Kafka (MSK)

É um serviço totalmente gerenciado e altamente disponível que torna fácil a construção de aplicações que utilizam o Apache Kafka para processar dados em streaming. Com o Amazon MSK, será possível utilizar a mesma estrutura já existente em aplicações compatíveis com as APIs do Apache Kafka para popular Data Lakes, propagar modificações em bases de dados e alimentar aplicações de análise de dados e aprendizado de máquina. Com esse serviço, empresas que se utilizam do Apache Kafka, seja em ambiente on premises ou na nuvem, podem realizar a migração de suas aplicações para o Amazon MSK de forma a obter ganhos de disponibilidade, segurança e excelência operacional.

Ferramentas de Desenvolvimento

AWS Toolkits for popular IDEs

Agora, o AWS Toolkit está disponível também para PyCharm e, em breve, estarão disponíveis versões para IntelliJ e Visual Studio Code. Com isso, torna-se mais fácil a construção de aplicações que se utilizam das APIs da nuvem e as empresas podem observar um ganho de produtividade dos seus desenvolvedores que se utilizam dessas IDEs para construção de aplicações nativas para a nuvem.

Computação Serverless

Ruby for AWS Lambda

O Lambda passa a suportar a linguagem de programação Ruby. Agora, é possível escrever funções do Lambda em Ruby e executá-las, o AWS SDK para Ruby também está incluído no ambiente de execução do Lambda.

Lambda Runtime API

É uma interface que permite o uso de qualquer linguagem de programação, ou versões específicas de uma linguagem, na construção de funções no AWS Lambda. Os runtimes são open source e estão disponíveis para C++ e Rust, a AWS planeja fornecê-los também para Erlang, Elixir, Cobol, N|Solid e PHP.

AWS Lambda Layers

Permite fazer o upload de componentes compartilhados entre funções do AWS Lambda como uma camada para a qual as funções se referenciam, ao invés de fazer o deploy do código compartilhado em todas as funções que o utilizam.

Nested Applications using Serverless Application Repository

O Serverless Application Repository mantém um repositório de aplicações construídas com o AWS Serverless Application Model (SAM) para ser reutilizado em outros momentos. Com esse lançamento de hoje, torna-se possível a criação de aplicações aninhadas, em que uma depende da outra, facilitando a reutilização de componentes de código pouco acoplados em uma arquitetura. O grande benefício desse lançamento é a capacidade de iniciar aplicações complexas em Serverless de uma maneira simples e com reutilização de componentes, gerando maior produtividade para as equipes de desenvolvimento.

Step Functions Service Integrations

O Step Functions oferece integração com oito serviços da AWS (DynamoDB, AWS Batch, Amazon ECS, Amazon SNS, Amazon SQS, AWS Glue e Amazon SageMaker), é possível combinar as ações ou usá-las individualmente.

WebSocket support for API Gateway

Aplicações modernas e em tempo real se beneficiam da arquitetura de WebSockets, pois é possível enviar informações de maneira assíncrona para as duas pontas das aplicações. Com esse lançamento, as aplicações Serverless podem se beneficiar dessa funcionalidade através do API Gateway, que criará sockets persistentes com os clientes da aplicação. Dessa forma, os desenvolvedores se beneficiam de uma ferramenta simples para criar suas aplicações e a equipe de operações não têm servidores e balanceadores de carga para gerenciar, promovendo maior produtividade e eficiência operacional para a empresa.

Arquitetura

AWS Well-Architected Tool

É uma ferramenta que ajuda a definir um workload e revisá-lo de acordo com as boas práticas da AWS, descritas no AWS Well-Architected Framework. Depois de definir um workload, é preciso responder questões relacionadas aos cinco pilares do Well-Architected (Excelência operacional, Segurança, Confiabilidade, Eficiência de desempenho e Otimização de custo), com essas respostas, a ferramenta gera um plano de melhorias.

Mais lançamentos

Além dos outros lançamentos que publicamos nos outros artigos do blog ao longo da semana, amanhã será o último dia do evento, já com o encerramento da área de exposição e muitas pessoas já indo embora, com diversas sessões dos produtos anunciados ontem e hoje.

Entre em Contato

Se quiser saber mais detalhes sobre os lançamentos do AWS re:Invent 2018, entre em contato e converse diretamente com nossos especialistas:

Foto de Capa retirada do Twitter do AWS re:Invent.